Follow by Email

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Relato de experiência do uso de bibliotecas em prisões (Pedrinhas - MA)


 
 Link para um relato de experiência que discorre sobre a ação de bibliotecas em presídios, mas especificamente no caso de Pedrinhas - MA.

Link do relato: http://www.webartigos.com/artigos/relato-de-experiencia-biblioteca-prisional-biblioterapia/81593/

Biblioteca Pública Municipal incentiva alunos à leitura nas escolas da rede


A coordenadora da Biblioteca Pública Municipal de Imperatriz Professor Osvaldo Ferreira de Carvalho, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (SEMED), Edlúcia Rodrigues, destaca ações e projetos realizados em 2011.
“A Biblioteca Pública Municipal tem como prioridade oferecer atendimento de qualidade ao público em geral visando a satisfação dos usuários, colaborando com as ações desenvolvidas pela SEMED, desenvolvendo projetos em diversas escolas da Rede Municipal, como: “Orientação e organização das bibliotecas escolares”; “Leitura em Foco”; “Noções básicas para organização de bibliotecas escolares”; “Amigos do Livro” e realização de atividades na “Semana da Biblioteca” , afirma.
Edlúcia ressalta ainda que até o momento, 22 escolas foram contempladas com os projetos de leitura e 24 com o projeto de orientação para os funcionários responsáveis pelas bibliotecas escolares.
“Destacamos o aumento significativo no ano de 2010 e 2011 em quantidade como em qualidade, pois a cada trabalho desenvolvido temos adquirido conhecimento e experiência o que nos instiga a trabalhar com mais eficiência. Para isso, contamos com todo o apoio da Prefeitura de Imperatriz através da Secretaria de Educação. Assim, afirmamos que a Biblioteca Pública Municipal avançou durante esta gestão e melhorou suas ações através do intercâmbio com as escolas, contribuindo para melhorar a educação da comunidade”.

Histórico
A Biblioteca Pública Municipal foi criada no dia 05 de julho de 1974 pela lei Delegada 44/74 do Artigo 1º pelo interventor Dr. Antonio Rodrigues Bayma Júnior.
Após sua criação, recebeu o nome de Professor Osvaldo Ferreira de Carvalho, professor como era conhecido, nasceu em Caxias-MA, formado no hoje extinto Curso de Letras Anglo Germânicas na Faculdade Católica de Filosofia (agregada a Universidade do Ceará). Incansável pesquisador, muito contribuiu para as produções científicas com estudos e ensaios publicados. Foi um dos primeiros professores da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) em Imperatriz, onde ministrava aulas de Latim, Literatura Inglesa e Americana, Língua e Literatura Portuguesa.
A biblioteca funcionava em dependências alugadas e somente no ano de 1983, sob a gestão do Prefeito Municipal Dr. Carlos Gomes de Amorim, ganhou sede própria, situada a Rua Simplício Moreira (Centro) e foi ampliada em 1985 na gestão do prefeito José de Ribamar Fiquene.
Devido a problemas estruturais do prédio, no ano de 2002, sua sede foi transferida provisoriamente para um prédio alugado, situado na Rua Hermes da Fonseca, n.º 36, Centro, onde permaneceu até dezembro de 2009. Atualmente, a instituição está funcionando na Rua São Domingos (nº 10- Centro).

Fonte: http://www.portalitz.com.br/noticias/cidade/2011/12/19/biblioteca-publica-municipal-incentiva-alunos-leit/

TJMA promove Natal com leitura


A literatura dará um tom de paz e harmonia no Judiciário. A Coordenadoria da Biblioteca do Tribunal de Justiça do Maranhão promove nesta sexta-feira (23), a partir das 9h, a primeira edição do projeto “Natal com Leitura”, que visa distribuir livros, gratuitamente, aos servidores do TJMA.
A equipe do setor organizou cerca de 200 livros doados ao longo do ano pela Biblioteca Pública Estadual, Biblioteca Farol da Educação, desembargadores, servidores e autores renomados como Zibia Gasparetto.
“A idéia é promover um espaço público de leitura entre os servidores, para que eles possam começar o ano motivados a ler uma obra”, explica Cíntia Valéria Costa, coordenadora da Biblioteca.
O servidor poderá adquirir, gratuitamente, um exemplar. Estarão disponíveis livros de literatura clássica, infantil, jurídicos, Códigos da Organização Judiciária, além de revistas, bibliografias e bíblias.
Mais detalhes sobre o evento pelo telefone (98) 2106 9465 (Biblioteca do TJMA).

Andréa Colins
Assessoria de Comunicação do TJMA
asscom@tjma.jus.br
(98) 2106 9023 / 9024

O Blog Biblioteconomia Maranhense deseja a todas e a todos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo

Mestrandos e Doutorandos da Biblioteconomia Maranhense


Parabéns aos mais novos mestrandos e doutorandos da biblioteconomia maranhense:

Francilene Cardoso - Doutorado em Serviço Social da UFF
Luís Claúdio Borges - Mestrado em CI da UFRJ
Elinielle Pinto Borges   - Mestrado em CI da UFRJ
Carlos Wellington Soates - Mestrado em Desenv. Socioespacial e Regional da UEMA


Espírito natalino na Biblioteca Central da UFMA::


O Núcleo Integrado de Bibliotecas da Universidade Federal do Maranhão (NIB/UFMA) promove campanha de Natal com um concurso de decoração feita com livros. Este ano, o símbolo escolhido foi o trenó do Papai Noel e quem der o palpite exato ou aproximado sobre o número de livros utilizados para a montagem do trenó será contemplado!  
O vencedor vai ser premiado com uma cesta de Natal e brindes surpresa. O sorteio acontece no dia 26 de janeiro de 2012 e somente um palpite por pessoa vai ser aceito. Caso não haja palpite exato, o ganhador vai ser definido por aproximação.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Em Codó, os livros parecem coisa do passado



Os estudantes procuram logo a internet quando o assunto é pesquisar.
Os livros parecem coisa do passado em Codó. Os estudantes procuram logo a internet quando o assunto é pesquisar. Mas a facilidade pode prejudicar a capacidade de leitura e interpretação textual.
Os livros estão cada vez mais em desuso entre os estudantes. Biblioteca Municipal, horário que normalmente seria de grande movimento – uma estudante apenas dedicando-se a leitura.
Estar na biblioteca exige certas disposições do pesquisador. Primeiro precisa encontrar o livro certo, depois, dentro dele, o assunto de interesse e, só então, a parte que a maioria considera mais difícil ler todo o conteúdo para interpretar e desenvolver o trabalho. Situação bem diferente do que eles encontram na maior inimiga deste tipo de biblioteca – a internet. Na rede mundial de computadores não precisa tanto esforço. Às vezes o aluno já encontra tudo "prontinho".
Com tantas vantagens assim, até as revistas perderam espaço entre os jovens codoenses, a não ser que tenham artigos específicos sobre "famosos". Isso cria uma preocupação entre aqueles que lidam com a educação. Este pedagogo alerta para o perigo que cerca a vida do estudante internauta. São pessoas que perdem capacidade de leitura, interpretação textual e isso influi diretamente na vida futura de quem fugiu dos livros.
O quadro parece irreversível, mas ainda existem aqueles que não abandonam o primeiro dos companheiros do aprendizado. A exemplo de Jarlene, sozinha na biblioteca, Tamires, também, não abre mão de uma boa leitura e gostaria que os amigos seguissem o mesmo exemplo.

Fonte: http://imirante.globo.com/noticias/2011/12/05/pagina292661.shtml#.TtyfI2fkzSE.facebook

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Comunidade de Coqueiro ganhará biblioteca



A comunidade de Coqueiro, na zona rural de São Luís, será contemplada com a inauguração de uma Biblioteca Comunitária, neste sábado (3), às 9h. O projeto foi realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por intermédio da Biblioteca Pública Benedito Leite (BPBL).
Com acervo doado pela BPBL/Secma, por meio da Associação de Amigos da BPBL, e apoio da Alumar, técnicos que vão atuar na Biblioteca de Coqueiro receberam capacitação, participando em cursos e oficinas. A ação teve acompanhamento de técnicos da Benedito Leite que atuam no projeto Livro na Praça, que é coordenado pela diretora da BPBL, Rosa Maria Ferreira Lima.
A inauguração da Biblioteca de Coqueiro acontece como última atividade do projeto Livro na Praça de 2011, desenvolvido pela BPBL/SECMA. A programação inclui atividades como Hora do Conto, oficinas de criatividades, dramatização, oficina de criação literária, bingo literário, jogos, exposição e manuseio de livros, com o Carro Biblioteca, Vídeokê, oficinas de atividades, performances das manifestações culturais com tema natalino, com a atriz e arte educadora Silvana Cartágenes. As atividades serão orientadas por equipe de profissionais, entre bibliotecários e arte educadores (professores, atores e artistas circenses). 
A comunidade de Coqueiro, com a inauguração, passa a contar com um espaço de cultura com acervo bibliográfico de 120 exemplares entre livros de autores maranhenses, nacionais e estrangeiros, nos gêneros de literatura, técnicos e infantil. Terá acesso, também, a revistas e publicações didáticas e paradidáticas. Para a abertura e funcionamento da biblioteca a direção da BPBL coordenou o tratamento do acervo, com capacitação de pessoal técnico para atendimento de alunos e pesquisadores.
A inauguração da Biblioteca Comunitária de Coqueiro confirma as perspectivas por parte do Governo do Estado de entregar outras duas bibliotecas comunitárias na zona rural: em Taim e Rio Grande. A comunidade de Rio dos Cachorros já conta com uma biblioteca comunitária recentemente contemplada com projetos de capacitação de pessoal, pontos de leitura do programa Mais Cultura e acervo doados pela BPBL/Secma.

Fonte: http://www.ma.gov.br/agencia/noticia.php?Id=20728

Polo UAB de Coelho Neto recebe Bibliotecárias da UEMANET




Nesta terça dia 29/11/2011 foi realizado treinamento técnico para organização da Biblioteca do Polo UAB, com o auxílio das Bibliotecárias do Núcleo de Tecnologias para Educação UEMANET, Kátia Soares e Roseane Silva. Foi feito esclarecimentos sobre referências, catalogação, indexação, empréstimos, multas, entre outros. 

Fonte: http://polouabcoelhoneto.blogspot.com/2011/11/polo-uab-de-coelho-neto-recebe.html?spref=fb