Follow by Email

sábado, 31 de março de 2012

Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil



Realizada pelo Instituto Pró-Livro com apoio da ABRELIVROS, CBL e SNEL a terceira edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, foi lançada em Brasília, no dia 29 de março de 2012.
A pesquisa é única, em âmbito nacional, que tem por objetivo avaliar o comportamento leitor do brasileiro.  È a contribuição do mercado editorial para, a partir de um amplo diagnóstico, estimular novas reflexões e decisões em torno de possíveis novas intervenções para melhorar os atuais indicadores sobre o comportamento leitor da população. Seus resultados ajudarão o próprio IPL bem como outras instituições públicas e do mercado editorial a orientar suas ações.
O estudo tornou-se uma referência quando se trata do comportamento leitor no país, desde seu lançamento em 2001. Seus resultados foram amplamente divulgados e orientaram estudos; projetos e a implantação de políticas públicas do livro e leitura no país. 
Objetivo da pesquisa: Medir intensidade; forma; motivação e condições de leitura da população brasileira, segundo opinião dos entrevistados.

Fonte: http://www.prolivro.org.br/ipl/publier4.0/texto.asp?id=2834

Museu Afro-digital será lançado na UFMA

Com o objetivo de estimular a memória social de minorias étnicas e de memórias nacionais, a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais, lançará, no dia 29 de março de 2012, às 18 horas, no Auditório A (Mário Meireles) do Centro de Ciências Humanas (CCH), o Museu Afro-digital, que conta com coleções que tratam de religiões, cultura popular, quilombos, movimentos negros e exposições.
Concomitantemente a este evento, haverá a Aula Inaugural “Da Filologia à Antropologia: percursos de um profissional itinerante”, dos cursos de Pós-graduação em Ciências Sociais de 2012, ministrada pelo professor doutor Hippolyte Brice Sogbossi, associado da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Em seguida, haverá também o lançamento da Revista Pós Ciências Socias Nº 16, cujo dossiê versa sobre “Religiões Afro-americanas”, organizada pelos professores doutores Sergio Ferretti (UFMA) e Hippolyte Sogbossi.
De acordo com o Comitê Editorial da Revista, “a presente publicação contribui firmemente para a ampliação do conhecimento das religiões afro-americanas, trazendo ao público trabalhos de pesquisadores que atuam em Instituições acadêmicas da Argentina, de Portugal, da França e, no Brasil, dos estados do Sergipe, do Rio de Janeiro e do Maranhão. Os artigos apresentam resultados de pesquisas realizadas na Argentina, em Cuba, em Portugal, no Haiti e no Brasil, compondo um significativo painel sobre o tema” (Revista Pós Ciências Sociais Nº 16, pág. 07).

Saiba +
A Revista Pós Ciências Sociais trata-se de uma publicação produzida pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UFMA, com vistas à divulgação da produção científica realizada nesta área do conhecimento.

Fonte: http://www.ufma.br/noticias/noticias.php?cod=12388

PET Biblioteconomia promove curso de normalização


O Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Biblioteconomia vai estar oferecendo nos dias 10, 11 e 12 um curso de Normalização.

segunda-feira, 12 de março de 2012

Bibliotecárias recebem homenagem por destaque de atuação profissional


Em mais uma de suas diversas atividades, a Comissão Própria de Avaliação (CPA) do Uniceuma deu início a outra ação de otimização dos serviços oferecidos pela Intituição. Trata-se do Processo de Valorização dos funcionários do Uniceuma, que homenageou na tarde de hoje, a bibliotecária Luciane Silva e o agente administrativo Lucas Pirangy. Além dos dois colaboradores, a bibliotecária Eliete Oliveira recebeu o Prêmio Indicador de Produtividade, por coordenar a Biblioteca Uniceuma.
De acordo com o professor Dias Graça, presidente da CPA, o setor aplicou uma pesquisa aberta aos estudantes do Uniceuma sobre dois departamentos da Intituição, a Central de Atendimento e a Biblioteca. “Faremos essa avaliação em todos os setores para que as pessoas vejam que o bom trabalho pode ser valorizado e reconhecido”, ressaltou.
Durante a ocasião, o reitor do Uniceuma, professor Marcos Barros, fez questão de parabenizar os homenageados pelo comportamento e desempenho nas horas dedicadas à Instituição. “A gente vem trabalhando com alunos e funcionários a atitude de elogiar algo ou alguém pelas contribuições ao setor de trabalho. Agora, mais do que nunca vocês serão o espelho dos colegas de vocês”, declarou.
Apontada como indicador extraordinário de produtividade, a Biblioteca Uniceuma recebeu homenagem pelos serviços prestados aos estudantes da Instituição. Segundo a coordenadora do setor, Eliete Oliveira, a homenagem se deve à cordialidade e ao diálogo oferecido pelos funcionários aos alunos. “A partir do momento que a gente tem um diálogo constante e trata bem os alunos que frequentam a biblioteca, é possível obter a satisfação dos mesmos”, disse. Com o reconhecimento, Eliete acredita que o desafio agora é buscar melhorar ainda mais o atendimento.
Atendimento de qualidade, atenção e agilidade na resolução das solicitações dos alunos. Essas três características foram apresentadas pelos dois homenageados do processo como fundamentais na escolha dos alunos que participaram da pesquisa da CPA. Para Luciane e Lucas, esse resultado mostra que os estudantes do Uniceuma apreciam um atendimento de qualidade. “A gente se sente realizado profissionalmente, já que todo esforço e dedicação estão sendo valorizados”, afirmou Luciane. “A homenagem vai me motivar ainda mais a trabalhar no atendimento e estimular meus colegas de setor a se esforçarem cada vez mais”, completou Lucas. 

Fonte: http://www.extranet.ceuma.br/sitenovo/noticias/2012/03/09/pagina5731.shtml

Comemoração do Dia do Bibliotecário em São Luís








sexta-feira, 9 de março de 2012

12 de março é o Dia do Bibliotecário

É um dia que deve ser marcado para lembrar, pelo menos por todo o pesquisador que buscou documentos, manuscritos, impressos e de todas as naturezas, que enfrentou a aflição de buscar informações no rico e desconhecido universo bibliográfico e documental brasileiro, sem guias, sem indicadores, sem patrocínio, e encontrou, através do Bibliotecário, o caminho.
          A palavra Biblioteconomia deriva do grego bibliothéke (depósito de livros) e nomos (regra, lei), e significa a “arte de organizar e dirigir bibliotecas, de acordo com normas, regras” – sentido grafado em uma época em que “arte” era sinônimo daquilo que se adquire "pelo estudo e pelo exercício". Ao longo de sua história, a Biblioteconomia teve ilustres representantes que transformaram a arte em ciência e as regras em teorias: o estadista e inventor norte-americano Benjamin Franklin (1706-1790); o filósofo e teólogo alemão Immanuel Kant (1724-1884); os Papas Nicolau V (1388-1455) e Pio XI (1857-1939), o romancista, historiador e jornalista português Alexandre Herculano (1810-1877); a estadista israelense Golda Meir (1898-1978); e o muito ilustre Manoel Bastos Tigre (12 de março de 1882-1957), poeta, jornalista, autor teatral, humorista, compositor, engenheiro civil, publicitário e o primeiro bibliotecário selecionado por concurso para o Museu Nacional, em 1915 – patrono dos bibliotecários brasileiros.
          Pode causar certo estranhamento, associar tantos nomes ilustres a uma profissão tão pouco divulgada. Mas a ação da Biblioteconomia é, geralmente, anônima e tem efeito multiplicador, nas dissertações e teses, na pesquisa científica, na busca e na localização de dados que serão transformados em informação, em espaços físicos – ou não, como os centros de referência científica, as salas de leitura e as bibliotecas públicas, populares, comunitárias, escolares, universitárias, infantis, de usuários com necessidades especiais.
          Neste momento, há um menino de 12 anos ou um doutorando precisando de um bibliotecário e, certamente, há um bibliotecário buscando dados ou indicações bibliográficas para um desses pesquisadores.
          Num país como o Brasil, onde as disparidades sociais transformam o livro em privilégio, o Bibliotecário tem a importância de um agente cultural e função pedagógica inquestionável. O artigo 3º do Código de Ética Profissional determina que o Bibliotecário deve “preservar o cunho liberal e humanista de sua profissão, fundamentado na liberdade da investigação científica e na dignidade da pessoa humana”. Essa obrigação, que deve ser cumprida como missão, contribui para uma sociedade mais justa, apesar de todas as limitações que impuseram, ao longo de anos, a desvalorização profissional, tais como: baixos salários, atividades insalubres e estressantes e falta de investimentos em treinamento e de reconhecimento, pelo mercado, de suas competências.
          No Brasil, o Bibliotecário é encarado como um profissional “menor”, qualquer que seja o seu nível cultural, e muitos se surpreendem com a exigência de graduação universitária para o exercício da profissão.
          Como Bibliotecária da Fundação Biblioteca Nacional e Professora da Escola de Biblioteconomia da Universidade Federal do Estado Rio de Janeiro (UNIRIO), com quase 25 anos na profissão, venho conclamar todos os pesquisadores, de todas as idades, que aprenderam a respeitar o Bibliotecário, a reconhecê-lo como necessário e a partilhar com ele ânsia da busca e o fascínio do encontro da informação pretendida, a promoverem sua valorização.
Por: Ana Virginia Pinheiro

Fonte: http://www.revistamuseu.com.br/artigos/art_.asp?id=1440

sexta-feira, 2 de março de 2012

Oficinas sobre Literatura Infantil Africana, com o escritor Celso Sisto

O Programa Nacional de Incentivo à Leitura - PROLER, através do seu Comitê Estadual do Maranhão, estará realizando no dias 15 e 16 de março, duas oficinas sobre Literatura Infantil Africana, com o escritor Celso Sisto. Inscrições na Biblioteca Pública Benedito Leite.

quinta-feira, 1 de março de 2012

 
O Memorial Cristo Rei foi inscrito, no último dia 30, na 10ª Semana Nacional de Museus, que acontece entre 14 e 18 de maio. São cinco dias de uma vasta programação que inclui visitas guiadas, palestras, apresentação de livretos com as últimas pesquisas realizadas pela equipe do Memorial, apresentação de trabalhos em forma de comunicação oral, entre outras atividades que totalizam 12 eventos.

O Memorial Cristo Rei tem participado ativamente da Semana desde 2006. Em 2012, são esperados centenas de estudantes universitários, gestores de museus e alunos das escolas públicas e municipais de São Luís.

Em breve, além da programação completa da Semana de Museus no Cristo Rei, os prazos de envio dos trabalhos a serem apresentados devem ser divulgados pela administração do Memorial.

Saiba +

A Semana Nacional de Museus é uma realização do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e acontece anualmente para comemorar o Dia Internacional de Museus (18 de maio). O evento este ano traz o tema Museus em um Mundo em Transformação – novos desafios, novas inspirações. e será uma oportunidade de debater a temática, novas questões e atrair visitantes visando integrar a comunidade ao espaço do memorial.

Com informações do Palácio Cristo Rei.


Revisão de texto: Késia Andrade


Fonte: http://www.ufma.br/noticias/noticias.php?cod=12164

Programação Dia do Bibliotecário(a)

 
 
Dia: 12 de março de 2012 (segunda-feira)
 
Manhã
 
8h -12 h - Ritual de Passagem do Curso de Biblioteconomia/UFMA
Local: Auditório do CCSo
 
13 h - Almoço na Base do Rabelo
Local: Olho D'água
 
15 h - Palestras
Local: Auditório da Livraria Paulus, rua do Passeio, n. 229, centro.
 
Palestrantes:
 
      50 Anos da Regulamentação da Profissão de Bibliotecário no Brasil
           Profº Drº César Augusto Castro
 
     Gênero na Biblioteconomia
        Profª Drª Maria Mary Ferreira
  
Recital de Poesia com Moisés Lebre
 
 
Contamos com a PRESENÇA de todas/os!